terça-feira, 19 de setembro de 2006

Consulta de endocrinologia

Photobucket - Video and Image Hosting
Ontem foi a consulta de endocrinologia, estou mais calma, mas ainda com muitas incertezas.
Gostei do atendimento, pareceu-me uma médica muito competente.
Disse que o nódulo e o quisto da tiróide e o hipertiroidismo não teve a ver com a estimulação hormonal que fiz para a FIV e disse-me que, enquanto a função tiroideia não estivesse normalizada, não me acoselhava a fazer tratamentos para engravidar porque este é mais um factor de insucesso.
Fez-me citlologia aspirativa (biópsia), foi horrível, assim, sem mais espetou uma agulha 3X no meu pescoço para aspirar o líquido do quisto... :(
Vou fazer mais exames e análises para saber a origem do nódulo (para saber se é necessário operar) e do hipertiroidismo.
Vou fazer tratamento para tentar normalizar o funcionamento da tiróide que inclui o medicamento específico para a tiróide, outro medicamento para proteger a parte cardíaca e outro que é sedativo.
Conclusão, mais tempo de atestado... Eu ainda fiquei de pé atrás, mas a médica disse que, como o hipertiroidismo se traduz num aumento do metabolismo, e o meu trabalho, além de stressante, ainda tem horários rotativos, se ficasse em casa nos primeiros tempos do tratamento, este seria mais eficaz.
E pronto, aqui estou eu em casa até dia 9 de Outubro.
Quando tiver o resultado dos exames e da biópsia vou enviar por fax à médica e depois falo com ela por telefone e vou manter o tratamento até Novembro. Volto lá no dia 13 de Novembro reavaliar a situção e saber se tenho luz verde para a consulta de Infertilidade e para repetir a FIV.
Disse-me ainda para não me preocupar pois não lhe parecia haver sinais de malignidade no nódulo, no entanto, certezas só com o resultado dos exames.
O J. não pôde ir comigo, por isso quem me acompanhou à consulta foi a minha mãe e estou tão arrependida de a ter deixado entrar comigo. Ela é forte e tenta sempre desdramatizar as situações, mas ainda me "dói" ao lembrar-me da expressão de sofrimento dela quando a médica me fez a biópsia...

Este caminho já difícil, fica ainda mais sinuoso...
Estou desanimada, cansada e farta de lutar...
Estou farta de sofrer e fazer sofrer aqueles que me estão próximos...
Porque é que tem que ser assim?
Porquê eu?